Novas tecnologias desportivas e tendências tecnológicas

Spread the love

A evolução da tecnologia também caminha junto ao cenário esportivo, de acordo com as mudanças e necessidades temporais.

A ascensão tecnológica está escorregando para diversas áreas do mundo: medica, cientista, espacial, vestuário, educacional e e claro, também está acompanhando a evolução esportiva. Ano após ano, a tecnologia nas mais diversas áreas somente se expande, ampliando assim os horizontes, nos mais distintos aspectos da vida.

Com relação ao mundo desportivo, a tecnologia contribui para o regulamento, uniformes, análise, desempenho, multimédia, equipamentos e outras ramificações serem otimizadas.

O desporto nos acompanha desde quando nascemos, pois desde o período da escola, participamos de jogos recreativos, até a vida adulta, onde muitas pessoas encontram no esporte sua válvula de escape contra o stress.

Além disso, não podemos esquecer que muita pessoas vivem do desporto, sejam os diretores de grandes clubes, assim como os profissionais esportistas ou então aqueles envolvidos na mídia ou transmissão do esporte em si.

Alguns exemplos da influência de tecnologia no desporto e novas tendências.

Os uniformes dos atletas, por exemplo, nao sao somente peças de roupas simples. Hoje em dia, existe o trabalho árduo de muitos pesquisadores e nomes renomados da ciência na confecção de uniformes apropriados para otimizar a performance dos atletas. Já existem no mercado alguns tipos de leitores em tres dimensoes, capazes de analisar o corpo e biotipo do atleta, assim como toda sua geometria e física de cada membro.  Desta forma, equipamentos e vestuários são feitos de acordo com as medidas e necessidade dos esportistas em todo o mundo.

A robótica também está contribuindo bastante para o ambito dos esportes. Alguns equipamentos estão sendo desenvolvidos e poderão ser criados com o intuito de reproduzir movimentações corporais, como por exemplo, as realizadas em um jogo de golfe ou ténis, para que os responsáveis de engenharia possam realizar testes reais com alguns de seus equipamentos desenvolvidos. Existem também alguns exemplos de robótica já sendo utilizados nos treinos da modalidade de ténis de mesa.

Uma das descobertas tecnológicas mais recentes, entretanto muito questionável no mundo esportivo seria a nanotecnologia de carbono, que pode propiciar a criação de músculos não naturais.  

Pensando na proteção dos atletas que participam de desportos nos quais exigem altos impactos, materiais reativos geralmente são pesquisados a fundo. Alguns materiais, muitos deles pesquisados e desenvolvidos nos Estados Unidos, são fabricados  com nanopartículas com a capacidade de absorver impactos profundos, tornando-se assim mais robustas. Tal tecnologia permite que as contusões sejam minimizadas aos atletas.

O mundo esportivo também possui uma aglomeração de informações, e então algumas companhias trabalham arduamente para o desenvolvimento de soluções tecnológicas para esta quantidade exacerbada de dados.  Todas estas informações podem ser otimizadas e utilizadas em favor de grandes clubes ou atletas, como por exemplo no gerenciamento de suas finanças, análise de contratos, dentre outras aplicações.

A tecnologia da informação também se faz presente em grandes computadores por meio da análise aérea, gasosa e hídrica e consequentemente, auxiliando no desenvolvimento de roupas esportivas, conforme já mencionamos acima.

Os desportos são visualizados por milhares de torcedores no mundo todo e não importa qual área esportiva, sempre existem e são necessárias as transmissões. Para tal, e necessária uma equipe tecnológica por trás disso, para que as imagens sejam transmitidas com qualidade e em tempo real ao mundo.  

Além de tudo isto que descrevemos, existem ainda muitas tendências no mundo desportivos para otimizar o desempenho do atleta, além de tornar o desporto mais bonito de ser assistido. Como exemplo podemos destacar a biomimética, área na qual estuda os recursos naturais e animais, computadores que servem de vestuário, além dos computadores ingeríveis. Este último estudar de forma mais ampla a temperatura dos esportistas, que se caracteriza como a segunda maior responsável por mal súbitos destes.  

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *